Cobertura de sacada com vidro temperado ou laminado: qual a melhor escolha?

HS Envidraçamento A cobertura de sacada de vidro é colocada para garantir total segurança dos moradores do apartamento.

O envidraçamento de sacadas não pode ser feito com qualquer tipo de material. Afinal, a estrutura deve oferecer total segurança aos ocupantes do prédio, bem como para os transeuntes e veículos nas ruas e calçadas. Para isso, é fundamental que o material da sacada seja muito resistente a impactos, à pressão do vento e às variações de temperatura. Nesse sentido, fica o questionamento: qual será o tipo de vidro mais indicado para sacadas? Vidro temperado ou vidro laminado? Quais as principais diferenças entre os dois tipos de vidros?

Vidro temperado e laminado: características e diferenças

Vidro temperado

O processo de fabricação desse tipo de vidro inclui a têmpera, que é um tratamento térmico, no qual o vidro é submetido a temperaturas que variam de 600 a 700º C. Em seguida, a peça passa resfriamento controlado para que o choque térmico aumente sua resistência mecânica e nível de dureza. Por esta razão, o vidro temperado é até seis vezes mais resistente que o vidro laminado.

O vidro temperado é bastante utilizado em veículos, fabricação de utensílios de cozinha (panelas, travessas, pratos, copos, jarras), box de banheiro, portas, vitrines e nas sacadas. Além da alta resistência, este tipo de material tem outra vantagem fundamental: em caso de acidente, a peça fica totalmente estilhaçada, reduzindo os riscos de cortes graves.

Para ampliar a segurança conferida pelos vidros temperados usados em sacadas, é comum a aplicação de uma película transparente para bloquear os raios ultravioletas e evitar que, ao quebrar, os estilhaços caiam no piso inferior à sacada. É importante saber que, após passar pelo processo de têmpera, o vidro não poderá ser cortado ou furado.

Vidro laminado

O vidro laminado é composto por duas chapas unidas por camadas de PVB (polivinil butiral), que é uma película plástica e com elasticidade. A camada de PVB proporciona melhor isolamento acústico e bloqueio à radiação solar, permitindo que o vidro laminado seja usado no para-brisa de veículos, corrimãos, janelas e claraboias. Ao quebrar, os pedaços de vidro laminado permanecem presos à camada de PVB, mas o material não fica completamente fragmentado como acontece com o vidro temperado.

O vidro laminado não possui alta resistência mecânica nem suporta baixas temperaturas. Por isso, não costuma ser usado na cobertura de sacadas em prédios localizados em áreas onde o inverno é mais rigoroso ou que estão sujeitas a ventos fortes.

Vidro temperado ou laminado: qual a melhor opção?

A escolha do material que será utilizado para fazer o envidraçamento de sacadas deve levar em conta as condições climáticas e outras especificações técnicas, especialmente a NBR 16259, editada pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). A escolha entre cobertura de vidro laminado ou temperado deve priorizar sempre a segurança dos moradores e a durabilidade desses materiais.

Solicitar Orçamento Solicitar Orçamento