Cobertura de vidro: entenda a legislação sobre inclinação e como isso pode afetar seu projeto

iStock / Getty Images Plus / mtreasure A instalação de uma cobertura de vidro traz diversas vantagens, mas exige atenção à legislação.

Embora a expressão “ter telhado de vidro” diga respeito a uma fragilidade de caráter ou comportamento, quando o assunto é a instalação de uma cobertura de vidro na residência podemos pensar em sofisticação, luminosidade e conforto. Isso porque ter um telhado de vidro permite que os moradores admirem o céu sem abrir mão do conforto de casa, além de deixar a luz natural entrar — gerando economia da energia elétrica usada para manter o ambiente iluminado.

Quem deseja usufruir das principais vantagens do telhado de vidro, entretanto, deve ficar atento à legislação e às normas do condomínio para garantir que o projeto atenda a todas as especificações. Assim, você evita multas e a necessidade de fazer reformas para adaptação da sua cobertura.

A inclinação da cobertura de vidro, o grau de deformação e o material empregado nas estruturas são alguns dos elementos que não podem estar dispostos no projeto sem o respaldo de criteriosos estudos, que envolvem todos os profissionais nele envolvidos. Entenda melhor a seguir:

Qual a importância de calcular a inclinação da cobertura de vidro?

A inclinação adequada para cada tipo de telha é regulamentada pela NBR 5720, com base no tipo de material empregado e no grau de inclinação suportado por cada material. É preciso estar muito atento à norma, uma vez que há diversos materiais que podem ser aplicados no projetos — como telhas de cerâmica, galvanizadas, de concreto, fibrocimento, metálicas, ecológicas, de policarbonato e vidro.

A inclinação mínima aceita é de 25 graus, e o responsável pelo projeto deve sempre levar em conta as inclinações indicadas pelo fabricante da telha: a inclinação recomendada é expressa em percentual, sendo que quanto maior o percentual, mais centímetros o telhado pode ganhar verticalmente em relação à largura.

No caso da inclinação da cobertura de vidro, não existe uma norma técnica específica, de modo que os projetistas seguem o que está determinado na NBR 7.199 e na NBR 10.821, que descrevem alguns princípios básicos. Para evitar acidentes com os projetos de cobertura de vidro é preciso levar em conta que o vidro é um material suscetível a quebra, especialmente se a instalação não considerar as especificações técnicas necessárias.

Para garantir a segurança do seu projeto e a correta inclinação da estrutura, o ideal é sempre procurar um especialista para instalar a cobertura de vidro. Com mais de 15 anos de experiência no mercado, a HS Envidraçamento possui ampla experiência na execução desse serviço e oferece profissionais altamente capacitados para calcular seu projeto, escolher os melhores materiais e acompanhar a obra com segurança e qualidade. Solicite um orçamento!

Solicitar Orçamento Solicitar Orçamento